Reitores têm audiência com parlamentares em ato pela defesa dos Institutos Federais

Compartilhe...

Os dirigentes da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica cumpriram uma série de agendas no Congresso Nacional, em Brasília, nessa quarta-feira, dia 15 de março. 

A mobilização teve como objetivo dialogar com os deputados e senadores para a criação da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Institutos Federais (IF), além da busca de apoio na tramitação e aprovação de cinco propostas legislativas para além das questões de recuperação e ampliação do orçamento das instituições.

 A proposta que recria a Frente Parlamentar é fruto da articulação política entre o Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) e o deputado Reginaldo Lopes (PG/MG), que foi o presidente do grupo na última legislatura. A convite do parlamentar, os dirigentes da Rede Federal, representantes de movimentos estudantis e outros 25 deputados se uniram para uma audiência com o objetivo de sensibilizar o parlamento em prol de pautas e demandas importantes para a consolidação da Rede Federal e da valorização dos estudantes e servidores.

Foto: reprodução

 Durante a reunião, a presidente do Conif, Leopoldina Veras, destacou o protagonismo das instituições em levar educação pública, gratuita e de qualidade para todas as regiões do país, sobretudo para as regiões mais interioranas. “A Rede Federal dá certo. Nós geramos empregos, renda, inovações tecnológicas e desenvolvimento social nas regiões onde existem campi. Por isso, precisamos de apoio do parlamento para consolidar as instituições e valorizar nossos servidores e estudantes”, destacou.

 Corroborando com a fala da presidente do Conif, o deputado Reginaldo Lopes ressaltou que o modelo de verticalização da Rede Federal é um dos melhores modelos de ensino do mundo e precisa ser valorizado. “Os Institutos Federais dão resultados comprovados. A verticalização proporciona que uma pessoa entre sem escolaridade e tenha a possibilidade de sair doutor. Isso tudo numa mesma instituição. É uma revolução e precisamos avançar com esse modelo”. 

 A fala do parlamentar foi seguida de muitas outras que reforçaram a qualidade do modelo e como as instituições podem ajudar na reestruturação do Ensino Médio do país. “Os Institutos devem estar no centro do desenvolvimento nacional. Muito se fala em reforma do Ensino Médio, mas não há necessidade de reinventar a roda. Nós já temos um modelo dando certo e dando certo nos IFs”, pontuou a deputada Dandara Tonantzin (PT/MG).

Fonte: Conif

Águas do Paraíba dívida zero com até 65 de desconto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *