R$ 48,4 milhões de royalties de petróleo na conta da prefeitura de Campos

Compartilhe...

Ontem, terça-feira (27), os municípios da região Norte Fluminense receberam a segunda parcela dos royalties do ano. Campos obteve o quarto maior repasse, totalizando R$ 48,4 milhões, ficando atrás de Maricá, Macaé e Niterói. Esse valor representa uma queda de 5,9% em relação a janeiro. São João da Barra recebeu R$ 18,4 milhões, uma redução de 9%, enquanto Quissamã teve uma queda de 19%, recebendo R$ 11,1 milhões. A oscilação no preço do petróleo Brent, influenciada por conflitos internacionais como os de Israel e Ucrânia, foi apontada como o fator determinante para essa diminuição nos repasses. O superintendente de Petróleo, Gás e Tecnologia de São João da Barra, Wellington Abreu, explicou que a variação de preço de referência do petróleo, que diminuiu de novembro para dezembro, contribuiu para essa redução nos repasses. Em dezembro de 2023, a produção nacional de petróleo e gás natural alcançou um novo recorde, superando pela primeira vez a marca de 4 milhões de barris de óleo equivalente produzidos por dia. O Pré-Sal representou a maior parte dessa produção, correspondendo a 76,3% do total produzido no Brasil. A distribuição dos royalties está em discussão na Justiça e no Congresso, e o resultado pode ter um impacto direto nos municípios da região.

Águas do Paraíba dívida zero com até 65 de desconto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *