Prefeita Fátima Pacheco convidada para participar do Festival da Diáspora 2024, junto com representantes de cidades dos EUA e do Rio de Janeiro

Compartilhe...

A prefeita de Quissamã, Fátima Pacheco, foi convidada para participar do Festival da Diáspora 2024, que acontece nesta sexta-feira (23) e discute políticas públicas de combate ao racismo e promoção da igualdade racial nas Américas. O evento, realizado no Rio de Janeiro, é uma referência internacional nesse tema e reúne mais de 200 participantes de cidades dos Estados Unidos e do Estado do Rio. Quissamã integra o Pacto de Combate ao Racismo e a Rede Global de Cidades Antirracistas, investindo em políticas de combate ao racismo no município. Em 2023, sediou o 1º Seminário da Rede Global de Cidades Antirracistas na Fazenda Machadinha.

A abertura do evento está marcada para as 10h, com a presença da cúpula dos prefeitos, que discutirá a mesa redonda “Políticas Públicas na Luta Contra o Racismo”, contando também com a participação do prefeito do Rio, Eduardo Paes. O Festival da Diáspora é um encontro destacado que celebra e promove a diversidade cultural, proporcionando um espaço inclusivo e inovador para diálogo, aprendizado e colaboração.

A prefeita Fátima Pacheco destacou: “Investimos no fortalecimento da cultura antirracista em Quissamã, com políticas públicas em todas as áreas de atuação, como Assistência Social, Educação, Cultura, Saúde, Lazer, entre outras. Desenvolvemos ações nas escolas que ressaltam o respeito à tradição dos povos, como quilombolas e ciganos, mostrando essa importância desde a primeira infância. Somos um município que promove a igualdade de pessoas de diversas origens culturais. Agradecemos o convite para mostrar as ações que são realizadas em nossa cidade”.

Além da prefeita, o município será representado pela secretária de Assistência Social, Tânia Magalhães, e pela coordenadora de Políticas para a Igualdade Racial, Jovana de Azevedo. Quissamã possui a segunda maior média populacional de quilombolas do Estado do Rio, com 4,43% dos habitantes declarados quilombolas, de acordo com o Censo 2022 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Jovana de Azevedo, coordenadora de Políticas para a Igualdade Racial, ressaltou: “Ficamos satisfeitos com o convite para participar de um espaço internacional para debates de ações antirracistas. É uma oportunidade de troca de experiências sobre esse tema tão importante para o mundo. Quissamã possui uma tradição de povos e realizamos ações para ressaltar a importância dessa preservação”.

O município de Quissamã tem implementado diversas políticas públicas para preservar essa história, incluindo oficinas de fortalecimento da cultura quilombola na Escola Municipal Felizarda Maria da Conceição, em Machadinha, e a inclusão na Rede Global de Cidades Antirracistas, no Pacto de Combate ao Racismo e no Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial. Também foram criados o Conselho Municipal de Promoção de Igualdade Racial e a Coordenadoria Municipal de Políticas da Igualdade Racial.

Águas do Paraíba dívida zero com até 65 de desconto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *