Polícia Militar expande patrulha rural a toda região Norte e Noroeste fluminense

Compartilhe...

Voltado para enfrentar atividades criminosas em áreas mais remotas do estado, sobretudo roubos e furtos em propriedades rurais, o programa Patrulha Rural – Protetores do Campo foi expandido para toda a região Norte e Noroeste Fluminense. Inicialmente a ação de policiamento foi implantada em duas fases na área do 8º BPM (Campos dos Goytacazes). Depois de concluir treinamento de capacitação de policiais lotados em batalhões do interior, a Secretaria de Estado de Polícia Militar estendeu o programa a toda a região sob responsabilidade 6º CPA (Comando de Policiamento de Área), que, além do 8º BPM, coordena as ações de outros três batalhões: 29º BPM (Itaperuna), 32º BPM (Macaé) e 36º BPM (Santo Antônio de Pádua).

– A Patrulha Rural é mais um programa de polícia de proximidade da Corporação. Foi concebido para enfrentar um cenário peculiar das regiões rurais, onde há dificuldade de comunicação e acesso viário. Os resultados são excelentes – afirma o secretário da SEPM, coronel Luiz Henrique Marinho Pires.

Já nas primeiras avaliações do programa, houve redução da incidência criminal e elevação significativa da sensação de segurança na área rural. De acordo com levantamento feito pelo comando do 8º BPM, com base em dados do Instituto de Segurança Pública (ISP), os resultados obtidos no primeiro ano de experiência da Patrulha Rural são muito promissores.  

Em São Francisco de Itabapoana, houve uma redução de 59% do número de furtos em propriedades rurais num período de um ano, após a implantação do programa. Nos outros três municípios (Campos dos Goytacazes, São Fidélis e São João da Barra), esse indicador sofreu uma queda de 33%, num comparativo entre o segundo trimestre deste ano e o mesmo período do ano passado.

Nos quatro municípios contemplados pelo programa até agora, há 875 propriedades rurais cadastradas – 500 em São Francisco de Itabapoana, 127 na região de São João da Barra/Baixada Campista, 135 na região Sul de Campos dos Goytacazes e 133 em São Fidélis.

Assim como os demais programas de polícia de proximidade da Corporação, os policiais militares da Patrulha Rural – Protetores do Campo mantêm contato permanente com os proprietários rurais cadastrados, criando uma rede de proteção e ampliando de forma significativa a sensação de segurança.

Águas do Paraíba dívida zero com até 65 de desconto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *