Polícia Militar desmente ataques em escolas da região e tranquiliza população

Compartilhe...

O 8° Batalhão de Polícia Militar (8° BPM), esteve na reunião do Conselho Comunitário de Segurança, realizado na Escola Professora Maria de Lourdes B. Pessanha, em Gargaú, São Francisco de Itabapoana. Na ocasião foi debatido a disseminação de notícias falsas referente aos ataques em escolas da região.

O 8° BPM, que atua nos municípios de Campos dos Goytacazes, São João da Barra, São Fidelis e São Francisco de Itabapoana, também divulgou uma nota tranquilizando a população e reafirmando comprometimento na fiscalização e assegurando segurança para o funcionamento das escolas dos município de atuação.

“Temos conhecimento da disseminação de mensagens, por meio de grupos de whatsapp, que informam possíveis invasões e ataques contra escolas.  Destacamos que tais mensagens tratam-se de notícias falsas, tendo como objetivo provocar alarme, e produzir pânico ou tumulto à população. Estamos embuídos e empenhados em garantir o bem estar e segurança de todos”, informou a nota.

Ainda segundo o Batalhão, o Policiamento segue intensificado nos entornos das Escolas e adjacências.

Ataque – Na manhã desta terça-feira, três alunos ficaram feridos após um ataque em uma unidade escolar de Goiás. Segundo a Polícia Civil (PC), o suspeito de cometer o ataque é um aluno da unidade de 13 anos, que foi apreendido. 

O ataque ocorreu no Colégio Estadual Doutor Marco Aurélio, por volta das 8h. Inicialmente, a PM informou que dois alunos e uma professora tinham ficado feridos. Logo depois a polícia informou que, na verdade, foram três alunos feridos e que a professora conseguiu fugir e se esconder em uma das salas. O autor foi contido por um auxiliar de serviços gerais.

Águas do Paraíba dívida zero com até 65 de desconto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *