O governo está expandindo a rede dos institutos federais, com o Rio de Janeiro contando com seis novas unidades

Compartilhe...

Ontem, terça-feira (12), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva lançou um plano de expansão da rede federal de ensino técnico, com a criação de 100 novos campi de Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia (IFs) em todo o país. Destes, seis serão instalados no Estado do Rio de Janeiro, incluindo na capital (Cidade de Deus e Complexo do Alemão), Magé, Belford Roxo, Teresópolis e São Gonçalo.

A seleção dos municípios considerou critérios como vazios demográficos, proporção de matrícula de ensino técnico e número de institutos por população. Serão investidos R$ 3,9 bilhões em obras nos institutos federais, por meio do Novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), destinando R$ 2,5 bilhões para a instalação dos novos campi e R$ 1,4 bilhão para melhorias em unidades existentes.

Os IFs são obrigados por lei a garantir um mínimo de 50% de suas vagas para cursos técnicos de nível médio, principalmente na forma integrada ao ensino médio. No entanto, está sendo discutido com os reitores a destinação de 80% das matrículas para o ensino técnico profissionalizante nas novas unidades.

Essa expansão faz parte do esforço do governo para fortalecer a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, que atualmente possui 682 unidades e mais de 1,5 milhão de matrículas. Com os novos campi, a rede contará com 782 unidades, sendo 702 campi de IFs.

Lula enfatizou a importância da educação profissional para o desenvolvimento do país, enquanto o ministro da Educação, Camilo Santana, destacou o papel transformador da educação na construção de uma sociedade mais justa e igualitária.

Águas do Paraíba dívida zero com até 65 de desconto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *