Novos vereadores tomam posse na Câmara de Campos

Compartilhe...

Na tarde de terça-feira (9), os seis novos vereadores foram oficialmente empossados na Câmara de Campos, ocupando as vagas deixadas pelos parlamentares que foram cassados devido a alegações de fraude na cota de gênero.

O presidente Marquinho Bacellar (União Brasil) expressou pesar pela cassação dos ex-vereadores e pela demora na posse dos novos membros, mas deu as boas-vindas aos recém-chegados à Casa Legislativa.

“É lamentável a ausência de seis vereadores, o que prejudica o trabalho nesta casa. Esperávamos que a decisão de afastamento e posse ocorresse na mesma semana, pelo menos. Houve votações aqui que poderiam ter tido resultados diferentes. Mas, como sempre afirmei, acatamos a justiça sem questionar. Finalmente, hoje, empossamos os vereadores. Como já disse a alguns deles, é hora de arregaçar as mangas, mostrar serviço. O tempo até o final do mandato é curto, assim como o tempo para quem pretende concorrer novamente. Portanto, é preciso chegar aqui com força, com projetos benéficos para a população, cada um defendendo suas ideias, seja como base do governo ou da oposição”, enfatizou.

Os novos vereadores empossados após a diplomação são: André Oliveira (MDB), Álvaro César (MDB), Beto Abençoado (PL), Fabinho Almeida (União), Jorginho Virgílio (União) e Tony Siqueira (PL). Eles iniciarão oficialmente suas atividades na sessão de quarta-feira (10).

Esses novos parlamentares ocupam as cadeiras anteriormente ocupadas por Marcione da Farmácia (DEM), Maicon Cruz (PSC), Pastor Marcos Elias (PSC), Bruno Vianna (PSL), Nildo Cardoso (PSL) e Rogério Matoso (DEM), todos os quais trocaram de partido durante o mandato.

Apesar da cassação, não houve imposição de inelegibilidade, permitindo que os vereadores possam concorrer nas eleições de outubro. Além disso, os parlamentares têm o direito de recorrer da decisão monocrática da juíza.

Marquinho Bacellar informou que os novos nomes para as comissões da casa, das quais os vereadores cassados faziam parte, serão discutidos e decididos durante reuniões nesta semana.

Águas do Paraíba dívida zero com até 65 de desconto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *