Lívia Moura, irmã de Léo Moura, é presa pela polícia por vender ingressos falsificados para o Sambódromo

Compartilhe...

Ontem, terça-feira (13), a Polícia Civil e o Ministério Público do Rio prenderam Lívia Moura em sua residência na Estrada dos Três Rios, em Jacarepaguá, na Zona Oeste. A prisão ocorreu após várias vítimas denunciarem a venda de ingressos falsos para camarotes na Sapucaí, visando os desfiles do Carnaval do Rio. Lívia foi detida com base em um pedido de prisão temporária aceito pela Justiça, evidenciando a gravidade das acusações contra ela. As vítimas relataram que Lívia cobrava R$ 4,5 mil pelo ingresso para duas pessoas, prometendo incluir os nomes dos compradores em uma lista de convidados, mas ao chegarem ao local, descobriam que haviam sido vítimas de um golpe. Este não é o primeiro episódio de Lívia envolvendo crimes de estelionato. Em dezembro de 2022, ela estava cumprindo prisão domiciliar devido à venda de ingressos falsos para o Rock In Rio, prejudicando pelo menos 19 pessoas. Outros incidentes também estão sob investigação, incluindo a comercialização de ingressos para uma empresa e um golpe que teria causado um prejuízo de R$ 150 mil.

Águas do Paraíba dívida zero com até 65 de desconto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *