Em São João da Barra, a Fundessan iniciará suas operações em março, oferecendo empréstimos de até R$ 30 mil

Compartilhe...

A partir de 1° de março, agricultores, pescadores, marisqueiras, cadastrados nos órgãos reguladores, pequenos empresários e microempreendedores de São João da Barra que buscam alavancar ou iniciar o próprio negócio, passarão a contar com apoio financeiro de até R$ 30 mil e treinamento técnico da prefeitura. O Fundo de Desenvolvimento Sustentável Sanjoanense (Fundessan) fechou parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico (SMDET) para possibilitar o crescimento do empreendedorismo no município, gerando trabalho e renda. O projeto também oferece oportunidades a pessoas físicas de adquirirem kits para geração da própria energia renovável.

Uma das características mais atrativas do Fundessan é sua política de juros. Com taxa mensal de apenas 0,5%, o Fundo busca tornar o crédito mais acessível àqueles que muitas vezes acabam excluídos do sistema financeiro tradicional devido aos altos juros. Além disso, há um incentivo adicional: no caso do pagamento das parcelas em dia, o beneficiário do empréstimo poderá solicitar devolução de metade do valor dos juros pagos.

Como para tudo existem regras, ainda mais em se tratando de dinheiro público, vale ressaltar que todas as propostas de crédito serão analisadas pela Sicoob (instituição que ganhou o processo de licitação). É ela quem determinará se o beneficiário poderá ou não pegar o empréstimo e qual o valor máximo a ser contemplado. “Mas tudo isso será explicado no início do processo, na SMDET”, esclarece o secretário municipal de Planejamento e presidente do Fundo, Allan Barcellos.

Além do aspecto financeiro, o Fundessan, através da parceria com a SMDET, irá oferecer capacitação técnica empresarial para beneficiários do empréstimo. “A assistência abrange cursos básicos de empreendedorismo, precificação de produtos e regras do empréstimo, proporcionando às empresas locais, ferramentas necessárias para prosperar em um ambiente competitivo”, destaca a secretária de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico, Joice Pedra.

Com o início das operações do Fundessan, a SMDET estima que o município terá um aumento significativo na atividade empreendedora e no dinamismo econômico da região. “Os microempreendedores terão agora uma fonte confiável de financiamento e orientação, permitindo que transformem suas ideias em empreendimentos prósperos e sustentáveis”, acrescenta a secretária.

Dessa forma, a iniciativa da prefeitura representará importante marco rumo ao desenvolvimento econômico e social. “Fornecendo recursos e treinamento aos empreendedores locais, estaremos não apenas estimulando a criação de empregos e o crescimento dos negócios, mas também fortalecendo os laços comunitários e promovendo uma cultura sustentável e inclusiva”, conclui Joice Pedra.

Águas do Paraíba dívida zero com até 65 de desconto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *