Em Audiência Pública na Câmara, prefeitura anuncia “bolsa educacional”

Compartilhe...

O secretário municipal de Educação, Ciência e Tecnologia, Marcelo Feres, participou de Audiência Pública, nesta quinta-feira (27), na Câmara de Vereadores de Campos, onde afirmou que a Prefeitura de Campos concederá uma bolsa educacional para os professores da rede pública que ainda não têm nível superior, para que façam uma graduação.

Marcelo também apresentou os investimentos, ações e projetos implantados na rede municipal de ensino desde 2021. Entre os assuntos abordados estão a Transparência na Execução Orçamentária do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb); Transparência na Execução Orçamentária da Seduct; e principais aquisições da Secretaria visando melhorar a qualidade do ensino.

O secretário falou sobre o descongelamento do Plano de Cargos e Salários dos profissionais e abordou, ainda, sobre os gastos que giraram em torno de auxílio alimentação, material de higiene, uniforme, brinquedos para educação infantil, renovação do mobiliário, aquisição de merenda de qualidade, de material escolar, compra de laboratórios de robótica, ciências e matemática, laboratórios com recursos pedagógicos (Brincar e Aprender), entre outros investimentos.

Ele explicou que o índice relativo aos recursos aplicados com pessoal em Campos – receita do Fundeb destinada aos profissionais – supera a marca dos 70% exigidas por lei. “O município de Campos dos Goytacazes já cumpre com a meta legal, mas nós nos comprometemos e vamos além da meta constitucional: vamos destinar 100% a partir deste ano. A maioria dos municípios não fazem isso ainda, mas nós estamos caminhando para fazer”, assegurou.

Sobre a “Bolsa Educacional”, através de publicação em seu perfil no Instagram, o prefeito Wladimir Garotinho, disse que “se queremos uma cidade melhor, temos que investir na capacitação de quem leva conhecimento as nossas crianças”.

Outras medidas foram implementadas visando à valorização profissional, como retorno do pagamento da regência, pagamento das férias atrasadas pela gestão anterior, retorno do pagamento do adicional de 3% referentes aos cursos de atualização e equiparação salarial dos professores ao piso nacional.

Águas do Paraíba dívida zero com até 65 de desconto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *