A Polícia Federal efetuou a prisão de suspeitos envolvidos na ordem de assassinato de Marielle Franco

Compartilhe...

Ontem, domingo (24), os irmãos Domingos Brazão e Chiquinho Brazão, juntamente com o delegado Rivaldo Barbosa, foram presos sob suspeita de serem os mandantes do atentado contra Marielle Franco em março de 2018, no qual também resultou na morte do motorista Anderson Gomes.

As prisões ocorreram como parte da Operação Murder, Inc., realizada pela Procuradoria-Geral da República (PGR), pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) e pela Polícia Federal (PF).

Domingos Brazão é conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ), Chiquinho Brazão é deputado federal pelo União Brasil, e Rivaldo Barbosa era chefe da Polícia Civil na época do atentado e atualmente ocupa o cargo de coordenador de Comunicações e Operações Policiais na instituição.

Além das prisões, foram cumpridos 12 mandados de busca e apreensão, incluindo na sede da Polícia Civil do Rio e no Tribunal de Contas do Estado. Entre os alvos estão o delegado Giniton Lages, que era titular da Delegacia de Homicídios na época do atentado, e um de seus principais subordinados, identificado como Marco. Documentos foram apreendidos e dispositivos eletrônicos foram recolhidos para análise.

As investigações visam esclarecer os motivos por trás do assassinato de Marielle. Até o momento, indícios apontam para questões relacionadas à expansão territorial das milícias no Rio de Janeiro.

A operação foi realizada no domingo para surpreender os suspeitos, uma vez que informações de inteligência indicavam que estavam em alerta após a homologação da delação premiada do ex-policial militar Ronnie Lessa pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Lessa, que está detido desde 2019, é acusado de ser um dos executores do crime e apontou os mandantes, ligados a um grupo político influente no Rio de Janeiro, com interesses em diversos setores do Estado. Ele forneceu detalhes sobre encontros com os mandantes e possíveis motivações para o crime.

Águas do Paraíba dívida zero com até 65 de desconto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *