Estrutura do Centro de Autismo deve entrar em funcionamento ainda neste semestre, em SJB

Compartilhe...

A prefeita de São João da Barra, Carla Caputi, abriu nesta quinta-feira, 27, o seminário “Autismo: Conscientização e inclusão sob um olhar integrado”, no Cine Teatro São João. A estrutura do Centro de Autismo de São João da Barra, que deve ser inaugurado até o final do primeiro semestre, além das crianças com autismo, inclui também atendimento aos familiares. Em sua fala, a prefeita afirmou acreditar que o projeto venha ser referência no Brasil.

“Espero que o Centro seja o melhor do país, que pessoas sejam transformadas e que, além do lado profissional, possamos colocar o nosso coração para que todos tenham a melhor qualidade de vida”, destacou a prefeita.

O evento foi direcionado a funcionários das secretarias de Saúde, Educação e Assistência Social e Direitos Humanos, com 175 participantes. Na programação, debate entre os profissionais visando melhorias no processo de compreensão e atuação junto às pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA), além do desenvolvimento junto à equipe transdisciplinar do Centro de Autismo de habilidades necessárias para acolhimento das pessoas com TEA, familiares e responsáveis.

“A ideia é que o Centro funcione de forma integrada envolvendo as três secretarias”, disse a secretária municipal de Saúde, Arleny Valdés, ao se referir ao Centro de Autismo de São João da Barra. O Centro terá profissionais de fonoaudiologia, psicologia, fisioterapia e médicos. De acordo com ela, já está em fase final de planejamento um seminário cujo público-alvo serão os pais de crianças autistas.

A coordenadora do Centro de Autismo integrado, Maria da Guia, apresentou em palestra os objetivos da abordagem. “No processo de inclusão do autista, familiares e responsáveis é importante que durante o atendimento a equipe transdisciplinar esteja sempre conectada com o lúdico dentro das particularidades presentes em cada indivíduo, pois favorecem o desenvolvimento de habilidades motoras, cognitivas, afetividades e sociais, assim estimulando a evolução no tratamento e habilidades gerais para melhor autonomia”, explicou.

Estiveram presentes também a secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Charlene Barbosa; os subsecretários de Educação, Cláudio Andrade, e de Saúde, Pedro Bastos; as coordenadoras da equipe multidisciplinar da Educação, Michele Motta, geral de Pedagogia, Janaína Monteiro, e geral de Saúde, Adala Felipe.

Águas do Paraíba dívida zero com até 65 de desconto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *