Wladimir assina protocolo de intenções para parque tecnológico em Campos

Compartilhe...

O prefeito Wladimir Garotinho recebeu, nesta terça-feira (16), em reunião em seu gabinete com gestores de diferentes pastas municipais, o coordenador de Novos Negócios do Parque Tecnológico de São José dos Campos (SP), professor Amaury Acatauassu. A convite da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Amaury, que veio conhecer o potencial de Campos, explicou o funcionamento e apresentou a metodologia do parque que, instalado em 2006 em uma das maiores cidades do estado de São Paulo e trabalhando com ciência e tecnologia, inovação e empreendedorismo na criação de novos empreendimentos, desponta entre os cinco melhores do mundo.

O prefeito Wladimir assinou um protocolo de intenções, para um levantamento da viabilidade de implantação de um parque tecnológico municipal envolvendo universidades, faculdades, institutos e centros de pesquisas de Campos.

“Professor Amaury veio apresentar como funciona o Parque Tecnológico São José dos Campos e trazer essa discussão para a nossa cidade, reunindo as universidades, empresários, todos os segmentos interessados na possibilidade de criação de um parque tecnológico aqui em Campos, para desenvolver a ciência, inovação, tecnologia, unir conhecimentos com nossos pesquisadores e trabalhar para gerar novas oportunidades e apontar um novo caminho para o desenvolvimento da nossa terra e do nosso povo”, falou o prefeito Wladimir, que também explanou as potencialidades de Campos, entre elas a posição estratégica para logística, uma vez que é cortado por duas rodovias federais, por estar próximo ao Porto do Açu, ser polo de conhecimento científico e tecnológico, além de contar com políticas públicas para a promoção da inovação e empreendedorismo para o desenvolvimento econômico e melhoria da qualidade de vida da população.

O professor Acatauassu destacou que o parque tecnológico é focado na criação de negócios tecnológicos e conecta o trabalho de instituições governamentais, academia, setor empresarial e sociedade civil com “o objetivo de encontrar soluções práticas que resultem em negócios reais” para ativar a economia local. “Não adianta conhecimento sem recursos e direcionamento governamental. Com conhecimento e conexões a gente pode resolver praticamente todo desafio tecnológico”, comentou o coordenador durante a apresentação.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Mauro Silva, destacou a importância da metodologia apresentada. “O governo tem interesse em saber que contribuição o Parque Tecnológico São José dos Campos pode trazer para Campos, unindo nossos saberes para transformar em oportunidades e novos negócios. Hoje, assinamos um protocolo de intenções para unir a Prefeitura, academia, as entidades de classe, a iniciativa privada, todo saber transformado em inovação para o desenvolvimento sustentável do nosso município. Campos tem os saberes, como diz sempre o prefeito Wladimir Garotinho, e isso é importante para que a gente possa agora criar este desenvolvimento. O parque tecnológico de São José dos Campos pode contribuir muito para fazer um arranjo local pelo desenvolvimento e inovação tecnológica”.

O coordenador de Novos Negócio também apontou a potencialidade de Campos para implementar um parque tecnológico. “Estou muito impressionado com a cidade. Campos tem todo potencial de receber e instalar um parque tecnológico, porque tem um capital intelectual fabuloso, representado pela própria academia; tem um conjunto de empresas, parte importantíssima para o estabelecimento de um parque tecnológico; tem o Porto do Açu trazendo novas oportunidades de desenvolvimento econômico; e, sem dúvidas, tem toda a intenção do governo local, por meio do prefeito Wladimir Garotinho, de estabelecer, de trazer para Campos um novo ciclo de desenvolvimento através da ciência, da tecnologia, inovação e empreendedorismo. Assinamos um documento muito importante, que formaliza e estabelece o nosso protocolo de intenções de estreitar o nosso relacionamento com a Prefeitura de Campos dos Goytacazes, de modo que a gente possa trazer esse conhecimento que nós temos no Parque Tecnológico São José dos Campos para cá”, concluiu Acatauassu.

Também participaram da reunião, a primeira-dama Tassiana Oliveira; o assessor técnico da Secretaria de Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviço do Estado do Rio de Janeiro, Luiz Mário Concebida; a subsecretária de Ciência e Tecnologia, Suzana da Hora; o subsecretário de Desenvolvimento, Concessões e Parcerias Público-Privadas (PPPs), Felipe Knust; secretário de Petróleo, Energia e Inovação, Marcelo Neves; o presidente do Fundo do Desenvolvimento de Campos (Fundecam), Orlando Portugal; o procurador Geral do Município, Roberto Landes; o secretário de Comunicação, Sério Cunha; o chefe de Gabinete do vice-prefeito Frederico Paes, Marcelo Freire; e o presidente da Fundação Cultural de Campos, mantenedora do Uniflu, Adelfran Lacerda.

Aguas do Paraiba - Pague com PIX 800x250

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *