Quissamã investiu mais de R$ 12 milhões em bolsas de estudo e transporte universitário ao longo de três anos

Compartilhe...

Ontem, terça-feira (19), a Prefeitura de Quissamã, por meio da Secretaria Municipal de Educação, organizou um encontro para os estudantes universitários beneficiados pelo Programa de Bolsas de Estudos de Ensino Superior. Durante o evento, ocorreu a eleição para escolher um representante dos bolsistas na Comissão de Avaliação do Programa, além de um espaço para diálogo sobre os investimentos realizados até o momento. Também foi apresentado um novo procedimento para o recadastramento.

A partir do próximo ano, em 2024, serão realizados quatro encontros, totalizando 30 horas, para conceder certificados e renovar as bolsas. Os temas proeminentes incluirão empreendedorismo, políticas antirracistas, tecnologias e sustentabilidade.

Ao assumir a gestão da Prefeitura em 2017, a administração encontrou uma dívida de R$ 5 milhões em bolsas de estudo com as universidades, interrompendo benefícios e resultando no trancamento de matrículas de alunos. Atualmente, aproximadamente 320 bolsas foram concedidas para três áreas distintas: Ensino Médio, Especialização para Professores e Ensino Superior, totalizando um investimento de quase R$ 7,5 milhões desde a retomada. O maior montante é direcionado para o curso de medicina, com mensalidades de até R$ 11 mil, beneficiando cerca de 15 estudantes.

A expansão do programa de Bolsa de Estudos provocou um aumento na demanda pelo Transporte Universitário. Com esse serviço disponível, os estudantes agora conseguem chegar às instituições de ensino de maneira mais rápida, segura e sem custos adicionais. Mais de 700 estudantes são beneficiados por esse transporte, reconhecendo a importância da formação acadêmica, representando um investimento de aproximadamente R$ 4,3 milhões.

O total investido em Bolsas de Estudo e Transporte Universitário chega a cerca de R$ 12 milhões. A Prefeita Fátima Pacheco e o vice Marcelo Batista destacaram esse investimento e engajaram-se em uma interação produtiva com os estudantes. Além deles, estiveram presentes a secretária de Educação, Helena Lima; o subsecretário Robisson Serra; o coordenador do Departamento de Bolsas, Germano Machado; e o vereador Aílson Barreto.

“Fátima comentou: ‘Os maiores financiadores dessas bolsas são os quissamaenses. É a população que custeia. Só para citar o exemplo da medicina, estamos investindo 600 mil reais ao final do curso. Escolhemos fazer um investimento substancial na educação, desde a primeira infância até a universidade, e não há nada mais libertador do que a educação.'”

“Marcelo afirmou: ‘Hoje ouvimos relatos emocionantes, o que nos confirma que estamos no caminho certo e nos dá ainda mais motivação para seguir em frente. Não vamos desacelerar esse processo de abrir portas para uma educação cada vez mais qualificada.'”

Kyara Vieira, uma das bolsistas, aos 23 anos, está prestes a iniciar o sexto ano de medicina em uma universidade em Petrópolis a partir de 2024. Ela enfatizou a importância dessa oportunidade proporcionada pela Bolsa.

“Muitos dos meus professores têm elogiado Quissamã quando eu falo desse projeto. É algo que muitas pessoas desconhecem, uma iniciativa da Prefeitura que verdadeiramente oferece essa oportunidade para os cidadãos. Eu sonho com isso há muito tempo, foram seis anos de luta intensa, de muita dedicação aos estudos”, disse Kyara.

Fonte: Ascom

Aguas do Paraiba - Pague com PIX 800x250

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *